5 inovações tecnológicas em cidades

As inovações tecnológicas já fazem parte das cidades. Edifícios inteligentes, carros elétricos e câmeras de monitoramento capazes de reconhecer rostos no meio de uma multidão são o começo de uma revolução maior, que impactará o futuro.

Hoje, 18% dos municípios brasileiros têm planos para se tornarem smart cities. No entanto, a revolução tende a ser ampliada para todos eles com o tempo. Então, que tal se preparar para o que está por vir? Confira as possibilidades!

1. Ponto de ônibus que carrega celular

Sabe quando você sai de casa depois do horário, perde o ônibus e está com a bateria do celular quase descarregada? Essa situação quase apocalíptica é amenizada com os pontos que fornecem energia. Totalmente high tech, a ideia é discutida desde 2011 e já está implementada em diferentes municípios.

O funcionamento é simples: por meio de uma tomada USB. Basta conectar o cabo do carregador e esperar o ônibus chegar com tranquilidade. A ideia é tão boa que algumas cidades cogitam até transformar em lei.

2. Prédio que gera energia

Os edifícios inteligentes já são capazes de gerar energia. O processo ocorre a partir de um dínamo. Assim, é possível, por exemplo, compensar de a frenagem de um elevador para acelerar outro. O resultado é uma economia entre 40% e 50% somente no gasto com esses equipamentos.

Junto a isso, é possível instalar painéis solares, que geram energia fotovoltaica. A produção é limpa e gera uma economia considerável — o índice depende dos recursos instalados na área disponível. Em um condomínio que já tem o sistema, a economia foi de R$ 90 por 84 meses e chegou a R$ 1.080 no 85º mês.

3. Ciclovias que geram energia

Usar a bicicleta como meio de transporte é sustentável, mas pode melhorar ainda mais. Com um piso especial nas ciclovias, elas são capazes de gerar energia suficiente para iluminar o trajeto todo do ciclista.

A ideia foi criada no Japão e já foi implementada em Curitiba, em 2018. Além da energia, o piso também coleta informações do trecho para sinalizar a possibilidade de melhorias. A expectativa é que, no futuro, a mobilidade urbana ganhe melhorias significativas com a ajuda desses e de outros dados.

4. Chaminés não poluentes

Um dos países mais poluentes do mundo, a China pensa em alternativas para melhorar a qualidade de vida de seus moradores. Por lá, os painéis solares nem funcionam direito, porque os raios são bloqueados.

É por isso que foi construída uma chaminé não poluente. Com 60 metros de altura, ela está instalada em Xi’an e trabalha com um sistema de purificação do ar externo. Na prática, filtra as partículas e joga ar limpo no céu.

5. Edifícios inteligentes

Além de gerarem energia, os prédios inteligentes contam com tecnologias avançadas para reduzir os custos de conservação e os impactos ambientais. Os objetivos são alcançados por várias possibilidades, como:

  • reaproveitamento e tratamento da água; 
  • conexão com as câmeras;
  • coleta de dados para monitorar o desempenho, identificar ineficiências e corrigir problemas.

Aqui estão englobados desde o controle de iluminação, ar-condicionado e elevadores até a infraestrutura digital, que aumentam a segurança do edifício e permitem o monitoramento remoto.

Com os edifícios inteligentes e as outras inovações tecnológicas, com certeza você terá mais qualidade de vida nas cidades. De quebra, os conceitos de sustentabilidade serão realmente aplicados. Então, que tal se preparar para o futuro?

Se você gostou de conhecer as 5 inovações tecnológicas das cidades do futuro, compartilhe este texto nas suas redes sociais!

Empresa de marketing digital

Empresa de marketing digital: 5 tendências para 2019

Quando o assunto é marketing digital, novidades estão surgindo a todo momento. É preciso estar ligado ao que há de mais moderno para poder montar uma estratégia bem sucedida. Pensando nisso, perguntamos à Ingage Digital, empresa de marketing digital que figura entre as melhores de Belo Horizonte, quais são as 5 principais tendências na área em 2019.

Descubra as respostas!

Empresa de marketing digital: 5 tendências para 2019

1. Data-driven

Uma das tendências apontadas pela empresa de marketing digital, o data-driven consiste em basear a sua estratégia de marketing em dados coletados junto a clientes, fornecedores e colaboradores.

Em resumo, é deixar o “achismo” de lado e analisar cliques, leads, cadastros de novos clientes, fornecedores. Entender o comportamento na web de clientes e potenciais clientes traz um material valioso para a orientação de estratégias e garante que você tome decisões mais assertivas e que se traduzem em melhores resultados.

2. Inteligência artificial

Outra tendência importante para 2019 apontada pela empresa de marketing digital, a inteligência artificial aparece não só em chatbots e adwords, mas principalmente por meio dos assistentes virtuais acionados por comandos de voz.

Comandos de voz, aliás, são cada vez mais uma realidade no ambiente web. Das cerca de 3,5 bilhões de pesquisas feitas no Google diariamente, cerca de 33% são realizadas dessa maneira, via assistentes como Alexa e Bixby.

3. Privacidade

Com o aprofundamento do data-driven e da inteligência artificial, aumentam também os debates sobre privacidade de dados. Desde o ano passado, começou a valer na União Europeia a General Data Protection Regulation, que traz parâmetros para a maneira como as empresas ligadas à mídia e publicidade controlam, revendem e divulgam informações pessoais dos usuários.

A regulação europeia trouxe a discussão do assunto para terras brasileiras e uma lei similar foi sancionada por aqui em agosto de 2018 pelo então presidente Michel Temer. Como o texto só deverá entrar em vigor em 2020, esse ano deverá ser de discussão do mercado sobre a nova legislação.

4. Adaptação às novidades do Facebook

Em 2019, empresas que quiserem alcançar potenciais clientes usando o Facebook precisarão abusar da criatividade para se adaptar a uma nova realidade.

Isso porque a rede social de Mark Zuckerberg efetuou uma mudança no algoritmo que prioriza posts pessoais, ou seja, de amigos e familiares no feed, em detrimento de páginas comerciais.

Com isso, o alcance orgânico das empresas diminuiu consideravelmente, e é preciso buscar estratégias, como ampliar o foco em engajamento dos usuários, como medida para elevar novamente esses números.

5. User experience (UX)

Por último, a empresa de marketing digital destaca a user experience, ou UX, como uma das grandes tendências para 2019. A premissa de pensar em uma experiência única para o cliente, que seja atraente, fácil de usar, altamente personalizável e economize tempo é fundamental em uma estratégia de marketing digital que pretenda ser bem-sucedida.

Do outro lado, páginas com informação dispersa ou incompleta, com design confuso ou carregado, anúncios irritantes e usabilidade complexa, especialmente no que diz respeito a e-commerce, tenderão a perder espaço para concorrentes cada vez mais antenados nessa tendência.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as tendências em marketing digital, não se esqueça de compartilhar o post em suas redes sociais para que mais pessoas possam conhecer melhor o tema!

5 Empresas que estão fazendo inovações no Turismo

Para fazer inovação no turismo, é preciso quebrar alguns paradigmas e o primeiro passo é modernizar os processos. Para isso, deve-se entender que o comportamento dos turistas mudou e também passou a ser tecnológico, afinal, a maioria das necessidades deles podem ser resolvidas online.

Além disso, os viajantes desejam mais facilidade, comunicabilidade, segurança e interação aliadas ao entretenimento. Então, seguir esse caminho é essencial e inevitável. Assim, de olho nos novos nichos desse mercado, diversas companhias estão fazendo verdadeiras inovações no turismo, tendo a tecnologia como parceira para ter diferencial.

Vejamos agora algumas das empresas que estão trazendo novidades tecnológicas para o ramo do turismo. Confira!

1. Amadeus

Às vezes uma inovação não precisa ser tão complexa, foi pensando nisso que a Amadeus lançou um serviço para enviar mensagens aos clientes em caso de cancelamento de voo. Quando isso acontece, os usuários são avisados por meio de informativos, que também indicam o motivo do cancelamento, o novo horário de embarque e desculpas pelo incômodo, entre outras coisas. Assim, o cliente pode ter acesso à alternativas para a viagem, como usar outro meio de transporte pago pela companhia aérea.

2. Nor1

Ela promete gerar mais receita com a venda de serviços e produtos extras aos viajantes. Quando eles estão em um local, o sistema manda ofertas que estariam dentro do escopo do que eles gastariam no destino. Por exemplo, se o perfil indicar que se trata de um consumidor de room service, ele pode receber a oferta de um pacote de jantar ou um vinho grátis. Em parceria com a  Nor1, o hotel Radisson Blu Chicago mostrou que 75% dos hóspedes viram as ofertas enviadas e 50% compraram pelo menos uma delas.

3. Shopnfly

Ele se trata de um comparador de preços entre shoppings, lojas duty free e outros mercados para os turistas. As transações são fechadas direto no site, mas a logística de entrega fica por conta das lojas e os produtos podem ser retirados nos aeroportos, nas lojas duty free ou nos hotéis. Por isso, ele serve como um grande portal de vendas para quem está longe de casa e não deseja ficar batendo perna por aí.

4. Tripscanner

Outro serviço que traz inovação no turismo, com ele, os usuários podem realizar as reservas em qualquer site, aplicativo ou agência de viagens, e o Tripscanner consolida tudo em um único itinerário. Ele oferece relatórios em tempo real e ferramentas para economizar tempo e dinheiro, ajudando os empregados de pequenas empresas a gerenciarem seus custos de viagens, por exemplo. Por isso, se tornou parte essencial de quem deseja ter uma viagem mais prática e econômica.

5. Worldmate

Essa empresa ajuda os viajantes de negócios a organizar, gerenciar e reservar suas viagens. Também, analisa os dados do viajante para criar um perfil inteligente das escolhas e sugestões futuras. A empresa pode até indicar um novo hotel, com preço e qualidade superior, ou até o mesmo o hotel já reservado pelo viajante, mas por uma tarifa menor. Ainda, o viajante pode sincronizar seu voo no sistema do Worldmate e o serviço já começa a oferecer hotéis de acordo com o perfil do cliente, além de se encarregar de cancelar a reserva anterior.

Essas foram apenas algumas das empresas que estão fazendo inovação no turismo. Muitas outras surgem a todo momento e dinamizam a forma como realizamos nossas viagens. Com isso, em breve, teremos formas completamente novas de nos relacionar com as companhias que operam nesse ramo. Então, vamos aproveitar cada novidade e viajar!

proposta-de-venda-de-imovel

Como fazer uma proposta de compra de imóvel para a sua empresa?

Quando estamos falando sobre apartamento para alugar a burocracia é diferente de quando falamos sobre proposta de compra de imóvel! São assuntos em que pontos de considerações são bastantes distintos… E nesse caso, o ponto comercial é algo extremamente importante para o sucesso do empreendimento. Mas, na hora de fechar negócio, é muito importante ficar de olho na proposta de compra de imóvel, independentemente se a transação será feita à vista ou por meio de financiamento.

Se você não sabe exatamente o que é, nem como fazer a proposta, continue a leitura deste artigo!

O que é a proposta de compra de imóvel?

Depois de visitar alguns imóveis, finalmente você encontrou aquele que funcionará perfeitamente para ser a sede da sua empresa? Então, este é o momento de formalizar a sua decisão de comprar aquele bem.

Para isso, é usada a proposta de compra, um instrumento legal pelo qual o comprador manifesta a sua vontade de adquirir determinado imóvel, estabelecendo as condições para que a transação ocorra.

É essencial que essa documentação seja feita de forma objetiva e clara, estabelecendo os termos negociados e também o período de validade. Se o vendedor aceitar a proposta, dentro do prazo estabelecido, ele aceita também as condições estabelecidas no documento e é feita a transação.

Importância

É a partir dessa documentação que as condições para a transação ficam estabelecidas e são reconhecidas de maneira legal. Ou seja, depois de fechado o negócio, o vendedor não poderá, por exemplo, lhe cobrar taxas adicionais para emitir determinadas documentações ou ainda desistir do negócio por ter encontrado alguém que pague mais pelo imóvel.

Essa também é uma garantia para quem vende, afirmando o seu compromisso de comprar o imóvel e estipulando a maneira como o pagamento será feito, evitando contratempos.

Dicas para fazer a proposta de compra

Agora que você já entendeu porque essa documentação deve ser feita, nós separamos algumas dicas para evitar dor de cabeça na hora de comprar o imóvel para o seu negócio. Confira.

Documentação do vendedor

É essencial que na proposta estejam descritos os dados pessoais de quem está vendendo o imóvel, bem como os seus documentos. Se o vendedor for uma pessoa jurídica, é preciso estar anexada a cópia do CNPJ e a cópia autenticada do Contrato Social.

Também é preciso, nesse caso, da certidão de quitação de tributos e certidões negativas, afinal se a outra empresa tiver alguma pendência ou irregularidade o processo de venda poderá ser anulado judicialmente.

Documentação do comprador

O comprador também precisa apresentar a sua documentação, como CPF, RG, certidão de nascimento ou de casamento, escritura pública do pacto antenupcial e comprovante de renda (no caso dos financiamentos).

Se você for comprar o imóvel em nome da empresa, ou fazer um financiamento usando o seu CNPJ, terá de apresentar as mesmas documentações que citamos acima, comprovando que a sua empresa está dentro da lei e pagando os impostos.

Documentação do imóvel

É essencial que o imóvel seja descrito no documento, incluindo localização, quitação de IPTU, certidão negativa, matrícula e outros itens essenciais.

Lembre-se de conferir se essas informações estão de acordo com o que consta na prefeitura da sua cidade, garantindo que você está assinando um documento realmente referente ao imóvel que está comprando.

Formas de pagamento

Esse é um ponto extremamente importante de qualquer proposta de compra e venda. Pode ser, por exemplo, que o comprador tenha que dar algum sinal para efetivar a compra, e esse valor, obrigatoriamente, precisa estar descrito no documento, bem como a sua data de pagamento.

Uma dica é incluir uma cláusula sobre o direito de arrependimento, estipulando o prazo depois de ter pago o sinal para que o comprador desista da compra, indicando qual a porcentagem que pode ser devolvida do valor já pago. Se o vendedor desistir da venda, também é preciso resolver a questão do que já foi pago (por isso tudo deve estar estipulado na proposta).

Além disso, o documento ainda precisa conter o valor total do imóvel, a forma e o modo de pagamento, como será feito o reajuste e qual índice será usado para isso.

Atenção aos financiamentos

Em relação aos financiamentos empresariais, a principal dica é ficar de olho na cláusula de devolução do sinal caso determinados fatores alheios à vontade do comprador impeçam que a negociação seja feita.

Nesse caso, estamos falando, por exemplo, da recusa do banco em realizar o financiamento (por exemplo, por não considerar o comprador apto para arcar com a dívida ou por problemas em relação à documentação do imóvel).

Em situações como essa é essencial que os vendedores devolvam a totalidade ou uma parte do que já foi pago, e liberem o comprador de possíveis multas por desistência, já que não é “culpa” dele que o negócio não tenha acontecido.

E, então, depois dessas dicas ficou mais fácil elaborar a proposta de compra de imóvel? Ainda tem alguma dúvida? É só deixar um comentário pra gente!

man-writing

Coaching Empresarial – O que é? O que faz? Saiba tudo!

Hoje, as companhias sofrem uma alta competitividade e precisam de atualizações constantes para manterem bons resultados. Não há mais espaço para feeling, é preciso usar as ferramentas disponíveis para desenvolver competências e superar a concorrência. Uma das melhores formas de obter essa capacitação é usando o coaching empresarial.

Esse treinamento é direcionado para o desenvolvimento e aperfeiçoamento das habilidades de liderança, administração de conflitos, delegação de tarefas, gestão do tempo, tomada de decisões, entre muitas outras que são importantes para motivar os colaboradores e gerenciá-los de maneira mais prática e eficiente.

Veremos agora como esse serviço pode ajudar as empresas a ter melhores resultados. Continue a leitura e confira!

O que é coaching empresarial?

Se os colaboradores estão mais satisfeitos e felizes com seus trabalhos, eles podem produzir mais e com maior qualidade. Por isso, é preciso que as empresas invistam em maneiras de engajá-los, a fim de melhorar o foco, aumentar a motivação, incentivar o comprometimento com os resultados, harmonizar o ambiente colaborativo, entre outros.

O treinamento de coaching visa justamente melhorar a performance dos indivíduos, times ou a companhia como um todo. Ele usa metodologias, técnicas e ferramentas, comprovadamente eficazes, que auxiliam a ter melhores resultados. Esses aprendizados são baseados em estudos da psicologia cognitiva, comportamental e positiva, além da neurociência, ciências organizacionais, administração e filosofia.

O que esse trabalho faz?

O profissional (coach) treina o cliente (coachee) para ter um melhor entendimento de como as pessoas pensam, reagem, sentem, aprendem, mudam etc, para desenvolver alternativas mais adequadas e eficientes de realizar o trabalho e, consequentemente, ter uma performance mais consistente. Ou seja, faz com que as pessoas se relacionem melhor consigo e com os outros no trabalho.

Ele também ajuda a empresa a entender como criar um planejamento estratégico que seja mais condizente com seus objetivos e focado em resultados. Isso pode ser feito com o treinamento do gestor, dos gerentes ou de todos da equipe, de forma que seja desenvolvida uma rotina de trabalho de alto rendimento, com maior equilíbrio e felicidade.

Por que é importante?

O coaching para empresas é uma maneira, baseada em evidências cientificas, de melhorar a performance continuamente. Por meio dela, os coachees podem aperfeiçoar a comunicação dentro do ambiente de trabalho, identificar e reformular valores e metas, aprender a buscar soluções mais eficientes e acabar com hábitos improdutivos.

Além disso, ele ajuda a identificar problemas ou bloqueios que impedem o correto desenvolvimento dos processos da empresa. Também, proporciona autoconfiança; ajuda na gestão do estresse; aumenta o foco e a produtividade; melhora a administração do tempo; auxilia a resolver conflitos; cria uma visão sistêmica das estratégias e muitos outros benefícios.

As empresas podem melhorar bastante a sua operação com o auxílio do coaching empresarial, afinal, ele reúne diversos conhecimentos para promover soluções personalizadas com cada tipo de negócio. Com isso, os gestores e colaboradores poderão ser mais autoconscientes de suas funções e desempenhá-las com mais rendimento, gerando melhores resultados com mais qualidade de vida.

Então, conseguiu perceber a importância dessa atividade? Se você tiver alguma dúvida ou opinião compartilhe com a gente e participe!

Os 6 melhores Podcasts sobre empreendedorismo

Com a rotina cada dia mais puxada, nem sempre temos tempo para ler um livro ou assistir a uma palestra. É nesse cenário que os podcasts têm ganhado um público cada vez maior. Afinal, é possível se informar sobre praticamente qualquer assunto enquanto você dirige até o serviço, viaja de ônibus ou pratica uma atividade na academia, por exemplo.

Para quem está pensando em abrir o seu próprio negócio ou já é empresário, os podcastas sobre empreendedorismo são ótimas escolhas – e podem ajudar você a inovar, gerenciar melhor seus times e até se inspirar com grandes histórias.

Ficou interessado? Veja os melhores podcasts que separamos sobre o tema!

  1. Direto das Trincheiras

Ricardo Jordão Magalhães, da BizRevolution, é quem lidera este podcast que aborda temas sobre marketing, vendas, liderança, comércio eletrônico e empreendedorismo. Todos os dias, Ricardo compartilha uma ideia inovadora que você poderá colocar em prática tanto no seu dia a dia como no seu negócio.

  1. Man in the Arena

Miguel Cavalcanti, Leo Kuba e In Hsieh são os responsáveis por comandar este podcast sobre cultura digital e empreendedorismo. Em cada episódio, o trio recebe um convidado especial que compartilha sua história de sucesso e as dificuldades. As entrevistas são feitas com personalidades variadas – desde investidores famosos até membros de startups.

Além disso, os apresentadores costumam oferecer dicas de livros, conselhos de gestão e muito bate papo descontraído sobre tendências do mundo do empreendedorismo.

  1. GVCast

O blog Geração de Valor já é um velho conhecido de muitos empresários. E o “comadante” por trás desse canal de comunicação, o empresário Flávio Augusto, também lidera um podcast com o mesmo intuito: reunir histórias inspiradoras e trazer dicas de especialistas sobre o universo do empreendedorismo.

Flávio, fundador da franquia WiseUp, usa todo o seu conhecimento sobre o mundo dos negócios para compartilhar conselhos, responder dúvidas dos ouvintes e ainda trazer insights e ideias inovadoras.

  1. Startapo

Empreendedorismo e tecnologia são temas que movem as startups em todo o mundo – e são justamente esses os principais assuntos abordados neste podcast. Os episódios abordam desde o mais básico sobre o universo das startups até análises sobre o Vale do Silício e dicas para os empresários mais experientes.

  1. Nerdcasts

O podcast do Jovem Nerd produzido por Alexandre Ottoni e Deive Pazos é um dos mais conhecidos sobre empreendedorismo digital, tecnologia e inovação. Os nerds mais conhecidos do país usam o espaço para compartilharem suas experiências, falar sobre sucesso e fracasso no mundo dos negócios, entrevistar pessoas importantes da área e ainda trazer novidades do universo da tecnologia.

  1. TED Talks Negócios

Se você é fã dos vídeos do TED, a boa notícia é que agora já pode escutá-los no caminho do trabalho ou em qualquer momento do dia que preferir, neste podcast incrível. O canal reúne executivos, pesquisadores, inovadores e empresários de sucesso de todo o mundo para compartilharem suas experiências, dicas e ideias de negócios.

Como você viu, não existe mais desculpa para não se atualizar sobre o universo do empreendedorismo. Basta aproveitar estes podcasts e colocar em prática as dicas e insights. Se você curtiu este conteúdo, compartilhe o nosso post em suas redes sociais e ajude os seus amigos empresários!