proposta-de-venda-de-imovel

Como fazer uma proposta de compra de imóvel para a sua empresa?

Quando estamos falando sobre apartamento para alugar a burocracia é diferente de quando falamos sobre proposta de compra de imóvel! São assuntos em que pontos de considerações são bastantes distintos… E nesse caso, o ponto comercial é algo extremamente importante para o sucesso do empreendimento. Mas, na hora de fechar negócio, é muito importante ficar de olho na proposta de compra de imóvel, independentemente se a transação será feita à vista ou por meio de financiamento.

Se você não sabe exatamente o que é, nem como fazer a proposta, continue a leitura deste artigo!

O que é a proposta de compra de imóvel?

Depois de visitar alguns imóveis, finalmente você encontrou aquele que funcionará perfeitamente para ser a sede da sua empresa? Então, este é o momento de formalizar a sua decisão de comprar aquele bem.

Para isso, é usada a proposta de compra, um instrumento legal pelo qual o comprador manifesta a sua vontade de adquirir determinado imóvel, estabelecendo as condições para que a transação ocorra.

É essencial que essa documentação seja feita de forma objetiva e clara, estabelecendo os termos negociados e também o período de validade. Se o vendedor aceitar a proposta, dentro do prazo estabelecido, ele aceita também as condições estabelecidas no documento e é feita a transação.

Importância

É a partir dessa documentação que as condições para a transação ficam estabelecidas e são reconhecidas de maneira legal. Ou seja, depois de fechado o negócio, o vendedor não poderá, por exemplo, lhe cobrar taxas adicionais para emitir determinadas documentações ou ainda desistir do negócio por ter encontrado alguém que pague mais pelo imóvel.

Essa também é uma garantia para quem vende, afirmando o seu compromisso de comprar o imóvel e estipulando a maneira como o pagamento será feito, evitando contratempos.

Dicas para fazer a proposta de compra

Agora que você já entendeu porque essa documentação deve ser feita, nós separamos algumas dicas para evitar dor de cabeça na hora de comprar o imóvel para o seu negócio. Confira.

Documentação do vendedor

É essencial que na proposta estejam descritos os dados pessoais de quem está vendendo o imóvel, bem como os seus documentos. Se o vendedor for uma pessoa jurídica, é preciso estar anexada a cópia do CNPJ e a cópia autenticada do Contrato Social.

Também é preciso, nesse caso, da certidão de quitação de tributos e certidões negativas, afinal se a outra empresa tiver alguma pendência ou irregularidade o processo de venda poderá ser anulado judicialmente.

Documentação do comprador

O comprador também precisa apresentar a sua documentação, como CPF, RG, certidão de nascimento ou de casamento, escritura pública do pacto antenupcial e comprovante de renda (no caso dos financiamentos).

Se você for comprar o imóvel em nome da empresa, ou fazer um financiamento usando o seu CNPJ, terá de apresentar as mesmas documentações que citamos acima, comprovando que a sua empresa está dentro da lei e pagando os impostos.

Documentação do imóvel

É essencial que o imóvel seja descrito no documento, incluindo localização, quitação de IPTU, certidão negativa, matrícula e outros itens essenciais.

Lembre-se de conferir se essas informações estão de acordo com o que consta na prefeitura da sua cidade, garantindo que você está assinando um documento realmente referente ao imóvel que está comprando.

Formas de pagamento

Esse é um ponto extremamente importante de qualquer proposta de compra e venda. Pode ser, por exemplo, que o comprador tenha que dar algum sinal para efetivar a compra, e esse valor, obrigatoriamente, precisa estar descrito no documento, bem como a sua data de pagamento.

Uma dica é incluir uma cláusula sobre o direito de arrependimento, estipulando o prazo depois de ter pago o sinal para que o comprador desista da compra, indicando qual a porcentagem que pode ser devolvida do valor já pago. Se o vendedor desistir da venda, também é preciso resolver a questão do que já foi pago (por isso tudo deve estar estipulado na proposta).

Além disso, o documento ainda precisa conter o valor total do imóvel, a forma e o modo de pagamento, como será feito o reajuste e qual índice será usado para isso.

Atenção aos financiamentos

Em relação aos financiamentos empresariais, a principal dica é ficar de olho na cláusula de devolução do sinal caso determinados fatores alheios à vontade do comprador impeçam que a negociação seja feita.

Nesse caso, estamos falando, por exemplo, da recusa do banco em realizar o financiamento (por exemplo, por não considerar o comprador apto para arcar com a dívida ou por problemas em relação à documentação do imóvel).

Em situações como essa é essencial que os vendedores devolvam a totalidade ou uma parte do que já foi pago, e liberem o comprador de possíveis multas por desistência, já que não é “culpa” dele que o negócio não tenha acontecido.

E, então, depois dessas dicas ficou mais fácil elaborar a proposta de compra de imóvel? Ainda tem alguma dúvida? É só deixar um comentário pra gente!

man-writing

Coaching Empresarial – O que é? O que faz? Saiba tudo!

Hoje, as companhias sofrem uma alta competitividade e precisam de atualizações constantes para manterem bons resultados. Não há mais espaço para feeling, é preciso usar as ferramentas disponíveis para desenvolver competências e superar a concorrência. Uma das melhores formas de obter essa capacitação é usando o coaching empresarial.

Esse treinamento é direcionado para o desenvolvimento e aperfeiçoamento das habilidades de liderança, administração de conflitos, delegação de tarefas, gestão do tempo, tomada de decisões, entre muitas outras que são importantes para motivar os colaboradores e gerenciá-los de maneira mais prática e eficiente.

Veremos agora como esse serviço pode ajudar as empresas a ter melhores resultados. Continue a leitura e confira!

O que é coaching empresarial?

Se os colaboradores estão mais satisfeitos e felizes com seus trabalhos, eles podem produzir mais e com maior qualidade. Por isso, é preciso que as empresas invistam em maneiras de engajá-los, a fim de melhorar o foco, aumentar a motivação, incentivar o comprometimento com os resultados, harmonizar o ambiente colaborativo, entre outros.

O treinamento de coaching visa justamente melhorar a performance dos indivíduos, times ou a companhia como um todo. Ele usa metodologias, técnicas e ferramentas, comprovadamente eficazes, que auxiliam a ter melhores resultados. Esses aprendizados são baseados em estudos da psicologia cognitiva, comportamental e positiva, além da neurociência, ciências organizacionais, administração e filosofia.

O que esse trabalho faz?

O profissional (coach) treina o cliente (coachee) para ter um melhor entendimento de como as pessoas pensam, reagem, sentem, aprendem, mudam etc, para desenvolver alternativas mais adequadas e eficientes de realizar o trabalho e, consequentemente, ter uma performance mais consistente. Ou seja, faz com que as pessoas se relacionem melhor consigo e com os outros no trabalho.

Ele também ajuda a empresa a entender como criar um planejamento estratégico que seja mais condizente com seus objetivos e focado em resultados. Isso pode ser feito com o treinamento do gestor, dos gerentes ou de todos da equipe, de forma que seja desenvolvida uma rotina de trabalho de alto rendimento, com maior equilíbrio e felicidade.

Por que é importante?

O coaching para empresas é uma maneira, baseada em evidências cientificas, de melhorar a performance continuamente. Por meio dela, os coachees podem aperfeiçoar a comunicação dentro do ambiente de trabalho, identificar e reformular valores e metas, aprender a buscar soluções mais eficientes e acabar com hábitos improdutivos.

Além disso, ele ajuda a identificar problemas ou bloqueios que impedem o correto desenvolvimento dos processos da empresa. Também, proporciona autoconfiança; ajuda na gestão do estresse; aumenta o foco e a produtividade; melhora a administração do tempo; auxilia a resolver conflitos; cria uma visão sistêmica das estratégias e muitos outros benefícios.

As empresas podem melhorar bastante a sua operação com o auxílio do coaching empresarial, afinal, ele reúne diversos conhecimentos para promover soluções personalizadas com cada tipo de negócio. Com isso, os gestores e colaboradores poderão ser mais autoconscientes de suas funções e desempenhá-las com mais rendimento, gerando melhores resultados com mais qualidade de vida.

Então, conseguiu perceber a importância dessa atividade? Se você tiver alguma dúvida ou opinião compartilhe com a gente e participe!

Os 6 melhores Podcasts sobre empreendedorismo

Com a rotina cada dia mais puxada, nem sempre temos tempo para ler um livro ou assistir a uma palestra. É nesse cenário que os podcasts têm ganhado um público cada vez maior. Afinal, é possível se informar sobre praticamente qualquer assunto enquanto você dirige até o serviço, viaja de ônibus ou pratica uma atividade na academia, por exemplo.

Para quem está pensando em abrir o seu próprio negócio ou já é empresário, os podcastas sobre empreendedorismo são ótimas escolhas – e podem ajudar você a inovar, gerenciar melhor seus times e até se inspirar com grandes histórias.

Ficou interessado? Veja os melhores podcasts que separamos sobre o tema!

  1. Direto das Trincheiras

Ricardo Jordão Magalhães, da BizRevolution, é quem lidera este podcast que aborda temas sobre marketing, vendas, liderança, comércio eletrônico e empreendedorismo. Todos os dias, Ricardo compartilha uma ideia inovadora que você poderá colocar em prática tanto no seu dia a dia como no seu negócio.

  1. Man in the Arena

Miguel Cavalcanti, Leo Kuba e In Hsieh são os responsáveis por comandar este podcast sobre cultura digital e empreendedorismo. Em cada episódio, o trio recebe um convidado especial que compartilha sua história de sucesso e as dificuldades. As entrevistas são feitas com personalidades variadas – desde investidores famosos até membros de startups.

Além disso, os apresentadores costumam oferecer dicas de livros, conselhos de gestão e muito bate papo descontraído sobre tendências do mundo do empreendedorismo.

  1. GVCast

O blog Geração de Valor já é um velho conhecido de muitos empresários. E o “comadante” por trás desse canal de comunicação, o empresário Flávio Augusto, também lidera um podcast com o mesmo intuito: reunir histórias inspiradoras e trazer dicas de especialistas sobre o universo do empreendedorismo.

Flávio, fundador da franquia WiseUp, usa todo o seu conhecimento sobre o mundo dos negócios para compartilhar conselhos, responder dúvidas dos ouvintes e ainda trazer insights e ideias inovadoras.

  1. Startapo

Empreendedorismo e tecnologia são temas que movem as startups em todo o mundo – e são justamente esses os principais assuntos abordados neste podcast. Os episódios abordam desde o mais básico sobre o universo das startups até análises sobre o Vale do Silício e dicas para os empresários mais experientes.

  1. Nerdcasts

O podcast do Jovem Nerd produzido por Alexandre Ottoni e Deive Pazos é um dos mais conhecidos sobre empreendedorismo digital, tecnologia e inovação. Os nerds mais conhecidos do país usam o espaço para compartilharem suas experiências, falar sobre sucesso e fracasso no mundo dos negócios, entrevistar pessoas importantes da área e ainda trazer novidades do universo da tecnologia.

  1. TED Talks Negócios

Se você é fã dos vídeos do TED, a boa notícia é que agora já pode escutá-los no caminho do trabalho ou em qualquer momento do dia que preferir, neste podcast incrível. O canal reúne executivos, pesquisadores, inovadores e empresários de sucesso de todo o mundo para compartilharem suas experiências, dicas e ideias de negócios.

Como você viu, não existe mais desculpa para não se atualizar sobre o universo do empreendedorismo. Basta aproveitar estes podcasts e colocar em prática as dicas e insights. Se você curtiu este conteúdo, compartilhe o nosso post em suas redes sociais e ajude os seus amigos empresários!